O lugar de Mano Menezes vagou, não por muito tempo, já que Felipão deverá ser anunciado amanhã. Não acho uma escolha tão sábia, mas antes do anuncio matutei um pouco e procurei saber de pessoas que respeito muito as opiniões sobre futebol para buscar um perfil ideal para o próximo comandante  da esquadra nacional que irá brigar pelo título da Copa das Confederações e posteriormente da Copa do Mundo. Aqui estão as características que colhi.

 

Experiência


Agora não é hora de testes, não é hora de colocar um ex-jogador para seu primeiro trabalho como treinador ou de um cara que chegou agora com um bom trabalho. Também, há de se relatar que a experiência com uma seleção ou com a própria seleção brasileira conta bastante. Nesse quesito Felipão sai na frente, com boa experiência internacional e na seleção nacional. Não há qualquer treinador nacional que tenha a experiência perto da de Scolari, isso é fato.

 

Currículo


Nesse momento, para dar credibilidade ao trabalho e dar mais paciência ao torcedor, o novo treinador precisa de um currículo vitorioso. Mais uma vez Felipão sai na frente, mas Muricy também tem um currículo recheado, em termos de clubes. Analisando friamente só os números Guardiola também tem um currículo interessante o suficiente para poder ser um dos elegíveis nesse quesito.

 

Futebol Ofensivo


O X da questão, em minha opinião. Nenhum dos treinadores favoritos tem em sua característica principal o futebol bem jogado e ofensivo. Algo que só consigo reconhecer em treinadores como Cuca e Luxemburgo, que pecam em outros fatores mais importantes. Guardiola também é um nome forte, tendo em vista o sucesso do Super Barcelona que ele montou. Abel e Tite tem um estilo interessante e fizeram um bom trabalho em seus clubes jogando sem a bola, não é uma retranca em si, mas não é futebol ofensivo, é futebol competitivo e de resultado. Nesse ponto, só o Guardiola ganha pontos.

 

Sem Polemicas


Tornou-se imprescindível agora que o treinador da Seleção nacional deve fugir das polêmicas. Mano Menezes foi muito atacado por convocações estranhas de atletas que treinou e que eram representados pelo seu próprio empresário. Pensando nesse sentido, Luxemburgo não pode chegar nem perto do prédio da CBF. Já Tite, Muricy, Abel, Felipão e Guardiola não têm polemicas nesse sentido e estão juntos nesse quesito.

 

Mão Firme


Também me foi opinado que o novo treinador precisar ter mão firme no comando, ser um cara que tome para si o controle total do time que não deixe interferências externas influenciarem nas suas escolhas e que não deixe acomodação no grupo. Alguém que extraia sempre o máximo de cada atleta. Nesse ponto Felipão e Muricy ganham.

 

Momento


O agora também é importante. Se para jogador Seleção também é momento, por que não seria para o treinador também? O melhor momento é, sem sombra de duvidas, de Guardiola. Mas Tite e Abel Braga estão em bom momento, assim como Muricy, que tem sido o principal treinador no mercado nacional nos últimos anos.

 

Carisma


Para minha surpresa, alguns colegas disseram que o próximo treinador do time mais importante do futebol brasileiro precisa ter um carisma. Aquela pessoa que pode trazer o apoio maciço da torcida brasileira mesmo ainda sem ter conquistado resultados, um cara que possa unir país e time. Em carisma, Felipão vence cada um com sobras.

 

Quadro Comparativo


 

Afinal…

 

No final das contas, seguindo ponto a ponto esses itens, Felipão parece ser um bom nome para dirigir a seleção. Eu não concordo, mas ao pensar num nome melhor… não tem. Vivemos uma entressafra de treinadores também. É muito tarde para colocar uma aposta, então a escolha fica até meio obvia. Mas seu momento e estilo não me agradam, como também não agradaram a maioria dos companheiros que dedicaram um tempinho para me ajudar com algumas linhas sobre o que querem ver a partir de agora. A escolha feita, então, fica aceitável.

 

Agradecimento especial àqueles que ajudaram nessa matéria: Wallace Augustinho, Marcelo FutExcel, Erickson Melo, Rafael Vieira e Élison Silva.




Sobre o Autor

Yan Cavalcanti, 22 anos, paraibano apaixonado por futebol desde pequeno. Graduando em Sistemas para Internet pelo IFPB, ex-aluno Marista, Estagiário da Dataprev, Goleiro ofensivo, gamer, e acima de tudo fã de um futebol bem jogado e analista da parte tática, sempre tentando arrumar uma forma de explicar uma partida de futebol.

Sobre o Blog

O Futeblog nasceu da vontade de compartilhar com o mundo minha visão sobre o futebol, espero aqui discutirmos de simples opiniões apaixonadas até questões táticas profundas, conto com ajuda de vocês para que possamos tornar esse blog uma ótima experiência fora das quatro-linhas, do passado ao presente, futeblog está aqui para que nós possamos mostrar como vermos esse esporte que é a maior paixão nacional de todas!

Enquete

Neymar está pronto para guiar a Seleção Brasileira em 2014?

View Results

Loading ... Loading ...