Finalmente chegou o dia, o dia em que Neymar anunciou que iria transferir-se ao Barcelona. A joia santista saiu por um preço razoável, nem perto do esperado pelo clube ou pela imprensa, mas muito melhor do que sair de graça no ano que vem.

 

O camisa 11 da Seleção já destoava demais do nível no futebol nacional, não estava mais evoluindo. Estava apenas se irritando com a fragilidade do seu clube, arrumou intrigas e rivais, mas, todos de times pequenos.

 

Realmente estava na hora, um momento em que o atleta parecia não ter mais nada para aprender dentro de seu país nativo, vai para o Barcelona fazer parceira com Messi, na expectativa de que seja titular, jogue e cresça.

 

O maior medo, nesse caso, é de que em um ano ele não tenha tempo suficiente para completar sua adaptação, ficando assim no banco de reservas. Não creio nisso, especialmente chegando num clube em que tudo é vantagem pra ele, diferente do Real Madrid, por exemplo.

 

Por que Barcelona é o melhor caminho


Ele vai chegar num clube em que os balneários são agradáveis, o grupo é unido e se respeita, o contrario do rival madrilenho em que os vestiários são “uma guerra de vaidade em que cobra quer comer cobra”. A concorrência lá é menor, já que não vai ter de disputar vaga com Cristiano Ronaldo, e sim com Pedro, Villa e Sanchez.

 

O esquema do Barcelona nem precisa mudar para encaixar o brasileiro, a ponta esquerda grená cai como uma luva para ele. Outro ponto positivo para escolha da equipe catalã é formar dupla com o melhor, com Messi, algo que dispensa explicações. Fora que o Barça está cheio de bons exemplos, ele vai aprender e melhorar como atleta, como pessoa e como profissional.

 

A imagem que fica


A imagem que fica é de um grande jogador, que brilhou nos gramados brasileiros com dribles desconcertantes, velocidade e ainda marcando muitos gols, algo que atletas do seu estilo não fazem muito bem.

 

Também fica a parte ruim, de um jogador que prefere se jogar ao invés de tentar prosseguir uma jogada, também de “intocável” e que gosta de humilhar rivais quando está vencendo por larga vantagem.

 

Comum jogando pela seleção, mas sempre demonstrou vontade. Depois de alegrias aos adeptos do peixe, Neymar vai embora deixando vaga a cadeira de ídolo-mor e de vilão-mor também, quiçá.

 

Armação possível do Barcelona com Neymar

 

Neymar encaixaria perfeitamente no esquema 4-3-3 com falso nove que é peculiar ao Barcelona. Porém, resta saber se essa formação ainda será usada na temporada 2013-14.


  1. Men'S Health disse:

    Hi, Neat post. There’s a problem together with your site in web explorer, may check this¡K IE still is the marketplace leader and a huge component to people will leave out your excellent writing due to this problem.

Deixe seu Comentário

Guest no horário do Servidor é Friday, August 17, 2018 09:36:07

Connect with:



Sobre o Autor

Yan Cavalcanti, 22 anos, paraibano apaixonado por futebol desde pequeno. Graduando em Sistemas para Internet pelo IFPB, ex-aluno Marista, Estagiário da Dataprev, Goleiro ofensivo, gamer, e acima de tudo fã de um futebol bem jogado e analista da parte tática, sempre tentando arrumar uma forma de explicar uma partida de futebol.

Sobre o Blog

O Futeblog nasceu da vontade de compartilhar com o mundo minha visão sobre o futebol, espero aqui discutirmos de simples opiniões apaixonadas até questões táticas profundas, conto com ajuda de vocês para que possamos tornar esse blog uma ótima experiência fora das quatro-linhas, do passado ao presente, futeblog está aqui para que nós possamos mostrar como vermos esse esporte que é a maior paixão nacional de todas!

Enquete

Neymar está pronto para guiar a Seleção Brasileira em 2014?

View Results

Loading ... Loading ...