Enciclopédia

 

Com a Copa chegando e de olho no apoio da torcida brasileira, a seleção alemã vai usar uma camisa inspirada na camisa do Flamengo no mundial deste ano. Aliás, outras duas seleções da Adidas também vem para o Brasil de vermelho e preto. Na história do mundial, quatro equipes foram obrigadas a jogar com camisas de clubes locais, enquanto apenas uma prestou homenagem mudando o suas cores tradicionais. Aqui vai a listinha das equipes que tiveram a necessidade de mudar sua camisa e a equipe que prestou sua homenagem.

 

*****

Áustria em 1934


Na disputa de terceiro lugar da Copa do Mundo de 1934, a Áustria jogou com a camisa do Napoli contra a Alemanha. As duas equipes não tinham segundos uniformes e foi devido a um “acordo político” que a Áustria era quem deveria usar o uniforme de uma equipe local. No final deu Alemanha por 3 a 2.

 

*****

México em 1950

Em 1950, México enfrentava a Suíça pela última rodada do Grupo 1 da Copa de 50, as duas equipes já haviam sido eliminadas. E como ambas tinham trazido para o Brasil apenas camisas grenás, o jeito foi improvisar. Já antecipando a situação a CBD fez um sorte e foi na moedinha que ficou decido que os mexicanos jogariam com outro uniforme. Para ganhar a simpatia dos torcedores locais, o escrete norte-americano escolheu o Cruzeiro-RS. Na partida equipe mexicana foi derrotada por 2 a 1 no Estádio dos Eucaliptos.

 

The video cannot be shown at the moment. Please try again later.

 

*****

Argentina em 1958

Em 1958 a Argentina estreou na Copa com a camisa do Malmo FC da Suécia, mais uma vez contra a Alemanha. O motivo foi que ambas as equipes não tinham segundo uniforme e a seleção alemã era mandante da partida, então coube aos hermanos usarem a camisa emprestada do clube sueco.

 

The video cannot be shown at the moment. Please try again later.

 

*****

França em 1978

Copa do Mundo de 1978, partida válida pela última rodada do Grupo 1. França e Hungria já eliminadas apenas cumpriam tabela na única partida apitada por Arnaldo Cezar Coelho naquele mundial. Geralmente as equipes viriam à campo com seu uniforme principal, França de azul e Hungria de vermelho, porém a FIFA orientou a Hungria para usar suas camisas reservas para a transmissão ser melhor para a televisão, enquanto a França deveria ir para campo com as seu uniforme principal.

 

O que ninguém contava é que a França viria com suas camisas brancas como forma de protesto, já que segundo eles a arbitragem foi responsável por seus resultados negativos nas partidas anteriores. Sendo assim, tinhamos em campo duas equipes com camisas semelhantes. Mas Arnaldo falou: “A regra é clara: uniforme igual não pode”, então a França teve de jogar com o uniforme emprestado do Kimberley de Mar del Plata, time semi-amador da terceirona argentina que jogava naquele estádio.

 

A partida acabou 3 a 1 para a França.

The video cannot be shown at the moment. Please try again later.

 

*****

Costa Rica em 1990

Em 1990 a Costa Rica jogou contra o Brasil usando a camisa em homenagem ao La Libertad, um dos clubes de futebol mais antigos do país. Mas algumas fontes dizem que também serviu para atrair torcedores da Juventus, já que a partida foi realizada no delle Alpi em Turim, porém a equipe costa-riquenha também atuou com as camisas listradas nas oitavas de final em Genoa. A camisa não deu aquela sorte toda, já que a Costa Rica perdeu as duas partidas em que atuou com ela, vencendo as outras duas partidas em que atuou de vermelho.

 

Em 2013, a camisa listrada voltou a ser utilizada e havia a expectativa de que ela seria trazida para a Copa no Brasil para tentar ganhar apoio dos muitos alvinegros espalhados pelo Brasil.

 

The video cannot be shown at the moment. Please try again later.

 

Bolas paradas podem decidir uma partida. Qualquer um pode acabar acertando o alvo, até Higuita já marcou de falta. Cada clube precisa de um bom cobrador, alguns tem mais de uma, mas existem atletas que a torcida já comemora quando a falta é marcada. Esses são os especialistas, aqueles que tem como característica cobrar faltas com uma boa margem de acerto! Em curva, no jeito ou na força, esses são os melhores cobradores de falta, que ainda estão em atividade:

 

 

O Reizinho da Colina

 

Juninho é daqueles jogadores que todo clube precisa: um bom jogador, organizador e, acima de tudo, um líder. Começou sua carreira no Sport, com grande destaque na Ilha do retiro foi transferido para o Vasco, onde virou rei! Venceu dois brasileiros e uma Libertadores, Libertadores em que marcou um épico gol contra o River Plate, em pleno Monumental de Nuñez!

 

Foi para o Lyon, onde tornou-se um mito, liderou o clube francês na conquista de SETE títulos nacionais, os SETE títulos nacionais do clube. Sem dúvida Juninho é um dos maiores ídolos da história da equipe, é o estrangeiro com maior número de gols e jogos na história do clube! Depois de vencer quase tudo, acabou indo “ganhar dinheiro” no mundo árabe.

 

Voltou para o Vasco em 2011 e mostrou que ainda tinha condições de ser um dos melhores do futebol brasileiro, recebendo um salário mínimo. Sua passagem foi boa e conseguiu a melhor campanha do alvinegro carioca na história dos pontos corridos, em 2012. Acabou deixando o clube de forma meio polêmica e hoje atua no New York Red Bulls.

 

Juninho é unanimidade em termos de cobrança de faltas, praticamente todos os sites especializados em futebol o consideram um dos maiores cobradores da história (quando não o consideram o melhor). Seu principal feito é que ele é especialista em todos os estilos: Forte, colocado, com curva, de três dedos, não importa, ele sabe chutar bem de todos os jeitos.

 

The video cannot be shown at the moment. Please try again later.

 

 


 

Mais uma lista galera. Agora vamos mostrar os clubes que tem maior pontuação no Ranking do IFFHS durante os períodos de 2001 a 2012. No Ranking conta a pontuação de todos os jogos de primeira divisão, copas nacionais e torneios oficiais internacionais num período de um ano, por exemplo: A pontuação conseguida pelo Santos na Libertadores quase não conta mais, enquanto a pontuação do Vasco na Copa do Brasil e Brasileiro do ano passado e da Libertadores deste ano estão a todo vapor. Cada campeonato possui um peso dependendo da sua dificuldade, ou seja vencer uma partida na UEFA Champions vale 14 pontos, e uma vitória no Campeonato Espanhol vale 4 pontos.

 

TOP 10

 

TOP 10 – BRASIL

 

OUTROS BRASILEIROS NO TOP 1000

 

128. Atlético Paranaense

154. Atlético Mineiro

162. Goiás

166. Botafogo

222. Coritiba

274. São Caetano

284. Figueirense

382. Vitória

406. Paraná

513. Ponte Preta

532. Juventude

658. Sport

845, Bahia

914. Guarani

919. Paysandu


 

Muitos marcam gols, alguns até viram artilheiros, mas apenas um é o Artilheiro do Século. E aqui está a lista dos artilheiros desses primeiros 13 anos deste século, EM JOGOS INTERNACIONAIS (Contando jogos de Seleção Principal e Jogos de clubes em competições continentais e intercontinentais). Primeira lista em muito tempo que não vemos Messi como líder!

 

LISTA COMPLETA

 

 

BRASILEIROS NA LISTA

 

23. Luís Fabiano – 60 Gols

26. Ronaldinho Gaúcho – 59 Gols

29. Adriano – 58 Gols

34. Kaká – 56 Gols

49. Robinho – 51 Gols

70. Ronaldo – 45 Gols

93. Vagner Love – 40 Gols

114. Neymar – 36 Gols

 

É, parece que toda lista de Artilheiros em 2012 terá Lionel Messi no topo. Agora a lista é dos jogadores que mais marcaram gols em jogos internacionais (Jogos de Seleção Principal/Olímpica e em torneios internacionais de clubes). Pelo menos, agora temos brasileiros entre os primeiros lugares, Neymar ficou em segundo lugar, estando apenas quatro gols atrás de Messi.

 

LISTA COMPLETA AQUI

 

 

Outros Brasileiros na Lista

 

12. Ricardo Oliveira (Al Jazeera) – 12 Gols (Nenhum pela Seleção)

15. Oscar (Chelsea) – 11 Gols (5 Pela Seleção)

43. Hulk (Zenit) – 8 Gols (7 pela Seleção)

 

A cada o Instituto Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) anuncia a lista das ligas mais fortes da temporada. A forma em que são computados os pontos é confusa. A pontuação vem de quantas equipes participam e quão longe elas vão em competições internacionais. A Liga mais forte, possui as equipes mais fortes. A Espanha continuou em primeiro lugar, enquanto o  Brasil saltou de terceiro para segundo, já a Liga Alemã passou de sexto para terceiro. O TOP 10 continua o mesmo apresentado por nós no meio do ano, só mudando algumas posições. Você pode ver o Ranking todo clicando aqui. E o Ranking Anterior clicando aqui.

 

 

Dessa vez, as ligas mais ricas subiram no Ranking e as posições não estão tão estranhas.



Sobre o Autor

Yan Cavalcanti, 22 anos, paraibano apaixonado por futebol desde pequeno. Graduando em Sistemas para Internet pelo IFPB, ex-aluno Marista, Estagiário da Dataprev, Goleiro ofensivo, gamer, e acima de tudo fã de um futebol bem jogado e analista da parte tática, sempre tentando arrumar uma forma de explicar uma partida de futebol.

Sobre o Blog

O Futeblog nasceu da vontade de compartilhar com o mundo minha visão sobre o futebol, espero aqui discutirmos de simples opiniões apaixonadas até questões táticas profundas, conto com ajuda de vocês para que possamos tornar esse blog uma ótima experiência fora das quatro-linhas, do passado ao presente, futeblog está aqui para que nós possamos mostrar como vermos esse esporte que é a maior paixão nacional de todas!

Enquete

Neymar está pronto para guiar a Seleção Brasileira em 2014?

View Results

Loading ... Loading ...